Petição Pública

Petição Pública, ajude a salvar o Programa Espacial Brasileiro(PEB)



Se você é realmente brasileiro, ama seu país, acredita no PEB e na sua estratégica necessidade para o futuro de nossa sociedade, exerça a sua cidadania e junte-se a nós nessa luta de levarmos finalmente o Brasil a fazer parte desse fechadíssimo Clube Espacial dos países que dominam o ciclo completo de acesso ao espaço.

Clique na imagem acima para ajudar essa causa!

domingo, 13 de janeiro de 2013

O satélite sul coreano, STSAT-2C

Satélite STSAT-2A e B
Satélite STSAT-2C



Objetivos da Missão:

Os objetivos da missão do STSAT-2 são três: que são o desenvolvimento interno de um satélite baixa órbita nacional terrestre 100 kg, que será lançado pela KSLV-1 (Korea Space Launch Vehicle-1) do centro espacial nacional (NARO Space Center), e o desenvolvimento de tecnologia avançada para a pequena nave espacial, e o desenvolvimento e operação de classe mundial cargas de ciência espacial. STSAT-2 têm duas cargas: a carga principal, DREAM (Dual-channel Radiometer para a Terra e monitorização da atmosfera) e da carga secundária, LRA (Laser Retroreflector Array). Os objetivos da missão do DREAM é adquirir temperatura de brilho da Terra em 23,8 GHz e 37 GHz, e adquirir os parâmetros físicos, tais como a água líquida e vapor de água fria depois de pós-processamento. O objetivo da missão da nave espacial é desenvolver tecnologias nas áreas térmicas, mecânica, elétrica. Além de validar o sistema de determinação de atitude e controle em uma órbita extremamente excêntrica.

Infelizmente, o satélite STSAT-2A foi perdido devido a uma falha no lançamento em 25 de agosto de 2009.

O lançamento do STSAT-2B ocorreu em 10 de junho de 2010 às 08:01 GMT, o satélite foi perdido devido a uma falha do foguete.

STSAT-2C é o terceiro satélite a ser lançado pela Coreia do Veículo de Lançamento Espacial-1 (KSLV-1), no Centro Espacial Naro, na Coréia, em 2012. STSAT-2C carrega cinco cargas úteis. O LRA permite que a nave espacial a ser rastreada com precisão centimétrica por outros satélites que utilizam (SLR). A sonda de Langmuir será utilizada para determinar a temperatura do plasma, a densidade de elétrons e do potencial elétrico do plasma. Além disso, o Space Radiation Effects Monitor (SREM) será usado para as medições e monitoramento do ambiente espacial próximo à Terra. Além disso, há rodas de reações, IR Sensor (IRS) e do oscilador de laser femtosegundo (FOE) estão montados para a verificação nova tecnologia espacial.

Fonte: ILRS

Comentário:

Como se pode ver caro leitor países sérios isso mesmo países sérios, estão desenvolvendo o setor aeroespacial devido o grande benefício que isso traz para o país detentor da tecnologia. Enquanto isso no Brasil não estamos fazendo nada para melhorar o nosso setor aeroespacial .

Para saber como o ANDA O PROGRAMA ESPACIAL BRASILEIRO LEIA:

Um comentário:

  1. Enquanto não mudar o governo, o PEB continuará caminhando a passos de pedra.

    ResponderExcluir